Porto Wordpress Theme

É necessário ler bons livros

Back to Blog
Categoria: Blog, Tarô Tags: , , , Data: julho 11, 2018

É necessário ler bons livros

 

Em um outro post, mencionei a falta de profundidade nos livros encontrados sobre o tarô no mercado brasileiro, salva raras exceções.
Fiquei surpresa com o comentário do Nei Naiff que alerta sobre as pessoas que tiram xérox dos livros de amiguinhos e o pior, não leem mais livros. As livrarias estão em colapso por falta de pessoas que mergulhem fundo na leitura. A alegação, feita em uma pesquisa recente é que elas não tem tempo disponível para ler. É uma desculpa esfarrapada, o que acontece é que as pessoas não tem interesse. Preferem sair, tomar cerveja com os amigos, assistir televisão, do que mergulhar fundo em um livro.
Outra alegação, é que os preços dos livros são caros. As editoras tem um custo alto para colocar um livro no mercado, mas se as pessoas comprassem mais livros, o preço unitário diminuiria. Um paradoxo.
Para ser um bom tarólogo, astrólogo, você tem que ler bons livros. “Não se pode confiar em um homem de um livro só.” É necessário que se leia autores diversos, aspectos históricos e aí sim, você vai aumentando o arcabouço do conhecimento, do discernimento.
O que acontece hoje em dia em relação ao tarô, é que muitos fazem um curso de final de semana e já saem por aí atendendo em sites, sem nenhum aprofundamento. O negócio é ganhar dinheiro.
Para estudar o tarô é importante ler bons livros, fazer bons cursos e é necessário tempo. O Tarô exige prática e tempo. O Tarô exige treino.
Quem me conhece, sabe, que eu reclamo dos sites de atendimento online. Em alguns deles, nem é necessário que você seja tarólogo. O negócio é mentir para o cliente e deixá-lo cativo. Usam o nome de tarólogo para dar mais seriedade, o que é um absurdo. Existem analfabetos emocionais que geram uma renda boa. Tem público para tudo e nem vale eu entrar em discussão sobre essa prática, é pura perda de tempo, o buraco é bem mais fundo.
Além de não se ler bons livros sobre o tarô, as pessoas também não investem em cursos. Não adianta fazer um curso de fim de semana e achar que você já pode atender as pessoas. A desculpa é sempre a mesma. Os cursos são caros. Não tenho dinheiro. A prática comum é estudar em sites. O problema é que existem bons sites sobre o tarô e outros lamentáveis.
A vibração do mercado esotérico é o famoso Sete de Espadas. Eu me engano , engano o outro e só quero levar vantagem. Só que esse caminho é curto, você não vai se sustentar no mercado se não se aprofundar.
Uma outra praga que surgiu com a internet são os vídeos ao vivo dos supostamente tarólogos que respondem aos desesperados online gratuitamente. Já assisti cada bobagem que dá vontade de chorar. O mundo esotérico está uma lástima.
É preocupante a falta de leitura, o desinteresse, as desculpas esfarrapadas, a preguiça, o auto-engano.

Termino aqui com a frase do Mario Quintana: 
“Os verdadeiros analfabetos são os que aprenderam a ler e não leem.”

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog